X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

TJMG reduz custos em 60% com migração para Oracle Cloud

Em busca de atender demanda crescente, Tribunal encontrou a solução na Oracle Cloud at Customer, que fornece experiência de nuvem pública on-premises.

Segundo maior Tribunal de Justiça do Brasil, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) conta com aproximadamente 25 mil servidores e 1.100 magistrados. O órgão é responsável por administrar e governar as 297 comarcas do estado – o segundo mais populoso do país, com cerca de 21,3 milhões de habitantes.

Para cumprir sua missão de organizar e distribuir a justiça em Minas Gerais, chegando ao cidadão de forma mais eficaz, o TJMG tem apostado em investimentos em tecnologia. Isso inclui a adoção de plataformas para realização de videoconferências, com foco em audiências e sessões de julgamento online, e a aquisição de programas para desenvolvimento de processos eletrônicos.

-Leia mais: Banco Original melhora performance em 70% com Oracle Exadata

Entre esses esforços está o Programa Justiça Eficiente (Projef), criado pelo desembargador Gilson Soares Lemes. “A tecnologia é fundamental porque os dois eixos principais
do projeto são o desenvolvimento do processo criminal eletrônico, que estamos desenvolvendo em Minas Gerais para todo país, e a implementação desse processo eletrônico em todo o estado”, afirma.

Por atender milhões de cidadãos, a demanda pelos serviços do TJMG é naturalmente alta, porém vinha crescendo e pressionando a disponibilidade do Tribunal. Essa era uma
tendência nos últimos anos, mas que foi acentuada por conta da pandemia. “O risco de uma parada de quase todos os sistemas do Tribunal era real”, relata Delvan Barcelos Júnior, juiz e diretor de informática do TJMG, que também conta que o órgão não possuía redundância em seu ambiente.

Esse é apenas um dos desafios tecnológicos da instituição. Outro foi colocado internamente, com o objetivo de aprimorar os serviços entregues à população: reduzir o prazo de
tramitação de processos, exigindo a adoção de uma solução de TI que oferecesse maior velocidade de processamento, capacidade de armazenamento e segurança de dados.

Também faziam parte das preocupações do TJMG questões como obsolescência de hardware, redução de custos operacionais e o destino de equipamentos substituídos. Pensando nisso, o Tribunal decidiu pela adoção da Oracle Private Cloud at Customer e do Oracle Exadata Cloud at Customer, soluções flexíveis que permitem à instituição ter acesso aos benefícios da nuvem em seu próprio data center, de forma a manter o controle completo dos seus dados.

Be the first to comment

Comentários ( 0 )
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.