X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

Orgulho em defender: Casal LGBTQ+ promove diversidade e inclusão na Oracle

This is a syndicated post, view the original post here

Na Oracle, reconhecemos e apoiamos nossas comunidades diversas. O trabalho de orgulho de funcionários defensores, como Daniele e Taize, abre caminho para que futuras gerações LGBTQ+ usufruam de um local de trabalho inclusivo.

Por Equipe Editorial de Carreiras da Oracle

Unidas pelo amor, Daniele e Taize são um casal homoafetivo, com a mesma formação em STEM e a mesma dedicação a uma sociedade mais inclusiva. As duas construíram carreiras de sucesso na Oracle Brasil, onde também deixaram uma marca significativa na cultura da empresa por meio de iniciativas que promovem a diversidade e a inclusão (D&I). Como o caminho que elas trilharam as trouxe até aqui e o que o sucesso delas significa para a comunidade LGBTQ+?

Mulheres na disciplina de STEM
Taize cresceu em uma região rural do Brasil, mas foi a mudança para a cidade que a expôs às oportunidades que moldariam sua carreira. Formando-se em Ciências da Computação e ingressando no mundo profissional como uma mulher no setor de tecnologia, Taize lembra: “Durante minha jornada por grandes empresas de tecnologia e startups, tive a oportunidade de trabalhar com grandes líderes femininas que me apoiaram. Embora a maioria dos meus colegas fosse tipicamente do sexo masculino, desde o início da minha carreira, assumi cargos de liderança que me possibilitaram trabalhar com equipes compostas de pessoas muito diversas”.

Com doutorado em Biofísica, a carreira de Daniele mudou depois que ela se mudou com Taize para a cidade de São Paulo. Sua dedicação à igualdade a levou a se tornar sócia de uma empresa de consultoria que tinha como foco o desenvolvimento de programas de diversidade de gênero para empresas, universidades e empreendedores.

-Leia mais: A força da diversidade e inclusão

Mudança de paradigmas
Pelo trabalho que exerceu na consultoria, Daniele se lembra de como sua paixão pela causa acendeu. “Comecei a conversar com meus colegas durante palestras, treinamentos da empresa e entrevistas com a mídia sobre minha orientação sexual. Quanto mais eu falava e me apresentava como lésbica, mais pessoas LGBTQ+ chegavam a mim para agradecer por eu me posicionar e representar suas vozes. Isso me estimulou a me conectar ainda mais com temas LGBTQ+ e fazer parte do movimento para promover a igualdade de oportunidades para a comunidade”.

Com essa experiência, Daniele se sentiu estimulada a fazer mais. “Na empresa, eu sabia que alguns de nossos programas não eram suficientes para fazer a transformação necessária em termos de D&I, então me ocorreu a pergunta: “O que eu faria se pudesse projetar minha própria estratégia de D&I? Como eu poderia avaliar esse progresso?” Essa foi a minha motivação para ingressar na Oracle e me tornar líder de D&I da América Latina, onde eu seria dona da minha estratégia e teria a visibilidade para ajustá-la conforme achasse melhor”.

Para Taize, o ato de defesa veio de sua experiência profissional. Taize sempre se perguntou se o fato de ser lésbica tinha feito diferença em suas oportunidades de carreira. “Talvez os líderes tivessem a percepção de que ser lésbica me impediria de criar uma família tradicional, que eu sempre teria tempo de ser 100% dedicada ao meu trabalho. Também me pergunto se algumas das habilidades masculinas supostamente populares teriam determinado algumas chances. É por isso que insisto em quebrar estes paradigmas no meu dia a dia”.

Embora Taize e Daniele mantivessem o foco e defendessem a D&I por conta própria, foi só quando se conheceram que conseguiram mudar esses paradigmas e as percepções, não apenas para si mesmas, mas também para os outros.

A união faz a força
Daniele e Taize estabeleceram carreiras sólidas e se tornaram modelo de orgulhoso como casal homoafetivo. Após 8 anos de casamento, Daniele e Taize decidiram dar início a uma família. Com a fertilização in vitro, a vida as abençoou com Rafaella, que agora tem 7 anos. “Como uma família LGBTQ+, sabemos que o nosso papel é propagar uma mensagem de orgulho. Nossos parentes, amigos e colegas de trabalho veem a família que estamos construindo e percebem que ela não é melhor do que qualquer outra - é apenas diferente."

E Daniele complementa: "Entendemos a importância de construir esses relacionamentos fortes e de difundir conhecimento e educação sobre famílias homoafetivas, ajudando a reduzir alguns preconceitos sobre a comunidade LGBTQ+. Além disso, podemos ver os efeitos na próxima geração de aliados: nossa filha está sempre defendendo a igualdade de direitos e já influencia os amiguinhos e as famílias deles a fazerem o mesmo”.

Causando impacto na Oracle – juntas
Quando Taize e Daniele começaram a trabalhar na Oracle, em 2015 e 2018, respectivamente, encontraram o que estavam procurando em um empregador. “Todos querem ser valorizados e respeitados pelos colegas e gerentes, e é isso o que acontece na Oracle", diz Taize. “Aqui vivemos a mesma experiência que outros casais heterossexuais, pois nos sentimos incluídas em nossas equipes. Podemos compartilhar nossas experiências pessoais com os colegas sem medo de julgamento, além de sermos bem-vindas a fazer parte da empresa”.

“Sinto que a Oracle reconhece meu trabalho e que minhas ideias são ouvidas e levadas em conta", acrescenta Taize. “Tenho muito orgulho de ver que meus líderes e a equipe da alta administração da América Latina não só estão cientes da inclusão LGBTQ+, como também se envolvem ativamente em nossas ações."

Como funcionária da Oracle, Daniele se empenha para criar um local de trabalho inclusivo para funcionários LGBTQ+. “Tenho orgulho de compartilhar muitas conquistas de Diversidade e Inclusão na América Latina, como banheiros de gênero neutro no Brasil, reconhecimento do Prêmio HRC no México, três novos capítulos OPEN em toda a região e programas especiais de recrutamento para estudantes LGBTQ+”, diz ela. “No entanto, esses excelentes resultados não são apenas nossos, pois muitos funcionários de diferentes linhas de negócios e níveis de carreira estão juntos em defesa da D&I. As pessoas aqui constroem um ambiente colaborativo para alcançar um objetivo comum, não apenas objetivos pessoais”.

Objetivos do futuro
Apesar de Daniele e a equipe de RH de LAD terem encabeçado iniciativas bem-sucedidas de D&I, este trabalho é apenas o começo. “Ainda estamos batalhando para garantir lugar melhor de trabalho para todos e, por sorte, podemos contar com grandes patrocinadores, como Marcio Silveira, SVP do departamento Jurídico e Conformidade, e Luiz Meisler, EVP de LAD”, diz Daniele. “Nos últimos dois anos, trabalhamos para gerar uma conscientização, agora estamos analisando os dados e elaborando planos de ação personalizados pela nossa equipe para alcançar os nossos objetivos."

“Estamos felizes com a grande colaboração entre organizações externas, e até mesmo entre outras empresas de TI, para promover o senso de inclusão e integração dos funcionários LGBTQ+ no local de trabalho, e a Oracle faz parte disso”, diz Taize, e Daniele complementa: “Nosso principal objetivo é construir um ambiente de respeito, acolhimento e integração para todos na Oracle, e estamos nos empenhando muito para que mais aliados se juntem a nós nesta jornada”.

Na Oracle, reconhecemos e apoiamos nossas comunidades diversas. O trabalho de orgulho de funcionários defensores, como Daniele e Taize, abre caminho para que futuras gerações LGBTQ+ usufruam de um local de trabalho inclusivo, onde eles possam ser autênticos e crescer para se tornarem melhores, tanto em âmbito profissional como pessoal.

Saiba mais sobre como defendemos a igualdade em nossa comunidade LGBTQ+.

Be the first to comment

Comentários ( 0 )
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.