X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

Oracle e clientes continuam lutando contra efeitos da pandemia de COVID-19

This is a syndicated post, view the original post here

Como uma organização global, a Oracle está ajudando diretamente seus clientes a enfrentar os desafios da pandemia.

Por Ariel Kelman*

Os últimos meses têm sido um período difícil para as pessoas, governos e organizações, já que a COVID-19 continua impactando os países em todo o mundo. Algumas regiões estão finalmente se reerguendo após os estragos, enquanto outras, neste momento, lidam com a força crescente do impacto. Ninguém sabe exatamente o que o futuro reserva, mas, como uma organização global, a Oracle está ajudando diretamente seus clientes a enfrentar os desafios da pandemia, e eu sempre fico impressionado com a forma como nossos colegas trabalham em conjunto com clientes e parceiros para resolver problemas e ajudar uma ampla variedade de organizações a se adaptar a um novo cenário.

Como mencionei em uma postagem anterior, nossos clientes — grandes e pequenos, privados e públicos — estão trabalhando para ajudar quem precisa, para garantir que quem precisa de assistência médica possa obtê-la e para aprofundar as pesquisas científicas essenciais, de modo que, quando essa pandemia passar, todos nós tenhamos melhores condições para administrar nossa vida e enfrentar futuras crises.

-Leia mais: Fazendo a diferença remotamente: workshop de produção de máscara facial

No início da emergência da COVID-19, a CDC Foundation recebeu mais doações do que era capaz de lidar com os processos existentes. A organização sem fins lucrativos criada pelo Congresso dos Estados Unidos para fornecer suporte ao trabalho dos Centros de Controle de Doenças durante as emergências recorreu ao Oracle NetSuite — e a uma equipe de profissionais do NetSuite que trabalhou voluntariamente durante noites e finais de semana — para automatizar o processamento e a alocação de todas essas doações.

Graças a esse influxo de tecnologia e ao voluntariado, a organização conseguiu reduzir drasticamente o tempo de processamento e agilizar os fundos para os programas apropriados, em horas em vez de dias, fazendo com que as pessoas recebessem ajuda essencial em um momento crítico de necessidade.

Na frente de pesquisa, estamos fornecendo suporte para especialistas em imunologia da Universidade Flinders, em Adelaide, na Austrália Meridional, e para a Vaxine Pty Ltd, empresa de biotecnologia sediada na Flinders, em seu trabalho de desenvolvimento de uma vacina para COVID-19. Fornecemos a infraestrutura e a computação de alto desempenho necessárias para modelar as proteínas do vírus da COVID-19 e, assim, ajudar a reduzir o período de desenvolvimento da vacina, de anos para alguns meses.

Nossos funcionários também estão ajudando os governos a operar online de forma eficaz.

Quando a população do estado de Oklahoma, nos Estados Unidos, teve que cumprir a ordem de ficar em casa, o governo precisou garantir que cerca de 30.000 funcionários do estado pudessem acessar a tecnologia e a ajuda de TI necessárias para continuar servindo seus eleitores. Nossos engenheiros de soluções criaram um chatbot que permite que os usuários façam perguntas básicas, como: como redefinir uma senha, configurar uma VPN em casa ou baixar/acessar aplicativos de produtividade aprovados.

Construímos também um aplicativo móvel de baixo código para o Departamento de Serviços Humanos do estado usando o Oracle APEX, que rastreia o tempo e as compras relacionadas à COVID-19.

Os funcionários da Oracle na Croácia responderam a um apelo do governo e lideraram uma equipe de parceiros que inclui fornecedores de tecnologia locais, o epidemiologista croata Branko Kolarić, o Ministério da Saúde e o Ministério da Administração Pública. Em conjunto com esses parceiros, eles lançaram um consultor automatizado que reduz a sobrecarga de trabalho dos profissionais de saúde, ajudando os croatas a se autodiagnosticar para COVID-19.

Outro consultor automatizado, desta vez na Espanha, ajudou os trabalhadores da linha de frente a fazer seu trabalho de forma mais eficaz. Milhares de pessoas, muito mais do que o número habitual, responderam ao chamado quando a Cruz Roja, a Cruz Vermelha da Espanha, pediu a ajuda de voluntários, o que dificultou para os coordenadores da organização de resgate decifrar quem havia se inscrito para fazer o quê.

Graças ao trabalho rápido em equipe e a uma abordagem inovadora para resolver vários problemas ao mesmo tempo, nossa equipe usou a tecnologia da Oracle para fornecer uma maneira mais eficiente de monitorar e direcionar os voluntários, orientando as pessoas que procuram o site em busca de ajuda e instruindo rapidamente quem é voluntário pela primeira vez através do processo de registro.

Por fim, como parte da nossa colaboração contínua com os Institutos Nacionais da Saúde (NIH) dos Estados Unidos, ampliamos nosso Sistema de Aprendizagem Terapêutica (TLS), que permite que médicos e pacientes registrem respostas às terapias medicamentosas promissoras contra COVID-19. Em parceria com sistemas de saúde como Wake Forest Baptist Health e Javara Research, a iniciativa foi estendida para incluir o monitoramento de pacientes.

Mais recentemente, desenvolvemos um sistema em nuvem chamado Registro de Triagem de Voluntários para apoiar a Rede de Prevenção contra COVID-19 (CoVPN) do NIH. O registo identificará e selecionará os voluntários que quiserem participar de ensaios clínicos da COVID-19.

Espera-se que esse programa sirva de apoio a centenas de locais de ensaios clínicos em todos os Estados Unidos e internacionalmente até o final do ano. Os ensaios incluem pessoas de todas as comunidades, com foco naquelas com maior risco de contrair COVID-19. Desde a semana em que foi lançado, mais de 140 mil pessoas já se registraram.

*Ariel Kelman é Vice-Presidente Executivo e CMO (Chief Marketing Officer) da Oracle

Be the first to comment

Comentários ( 0 )
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.