X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

Oracle anuncia o Java 15

This is a syndicated post, view the original post here

O lançamento do Java 15 é o resultado do desenvolvimento de todo o setor que envolve avaliação aberta, compilações semanais e ampla colaboração.

A Oracle anuncia a disponibilidade geral do Java 15 (Oracle JDK 15). Após 25 anos de inovação, o Java continua sendo a linguagem de programação número 1, usada por mais de 69% dos desenvolvedores em tempo integral em todo o mundo.

O Java Development Kit (JDK) mais recente oferece novas funcionalidades, incluindo Edwards-Curve Digital Signature Algorithm (JEP 339) e Hidden Classes (JEP 371), bem como recursos anteriores em versão prévia agora finalizados: Text Blocks (JEP 378) e ZGC (JEP 377).

-Leia mais: O Java em 2020

O Java 15 inclui o recurso Sealed Classes (JEP 360) em versão prévia pela primeira vez e Pattern Matching (JEP 375) e Records (JEP 384) em versão prévia pela segunda vez para feedback adicional da comunidade. Comece a usar o Java 15 hoje.

A Oracle entregou o Java 15 pontualmente na cadência de lançamento do Java a cada seis meses, estabelecida pela primeira vez com o Java 10 em 2018. O cronograma de lançamento a cada seis meses fornece aos desenvolvedores inovações mais rápidas, além de maior previsibilidade e estabilidade.

O Java está difundido em organizações de todos os tamanhos e em todos os setores. Com 51 bilhões de máquinas virtuais Java ativas implantadas globalmente, o Java é a melhor escolha para o desenvolvimento de aplicativos empresariais modernos, incluindo análise, microsserviços, gerenciamento de dados, redes sociais, big data, DevOps, dispositivos móveis, ferramentas de desenvolvimento contínuo e chatbots.

“Enquanto o Java comemora seu 25º aniversário, continuamos fazendo investimentos técnicos que promovem a inovação em Java e ajudam a lidar com as rápidas mudanças no cenário tecnológico", disse Georges Saab, vice-presidente de desenvolvimento do Java Platform Group da Oracle.

“A disponibilidade do Java 15 e a inovação adicional resultante da mudança para uma cadência de lançamento a cada seis meses dão à comunidade Java as ferramentas necessárias para construir aplicativos modernos que fazem o mundo avançar.”

O lançamento do Java 15 é o resultado do desenvolvimento de todo o setor que envolve avaliação aberta, compilações semanais e ampla colaboração entre os engenheiros da Oracle e os membros da comunidade mundial de desenvolvedores Java, por meio da Comunidade OpenJDK e do Java Community Process.

Os novos recursos fornecidos no Java 15 são:

•    Novas funcionalidades:

o    JEP 339: Edwards-Curve Digital Signature Algorithm (EdDSA) – Este recurso melhora a segurança e o desempenho ao implementar assinaturas criptográficas usando o EdDSA, conforme descrito no RFC 8032.

o    JEP 371: Hidden Classes – Este recurso melhora a produtividade ao melhorar a forma como o Java funciona com frameworks que geram classes em tempo de execução e as usam indiretamente, via reflexão.

•    Recursos em versão prévia agora finalizados:

o    JEP 378: Text Blocks – Este recurso, que era um recurso em versão prévia no JDK 13 e no JDK 14, melhora a produtividade do desenvolvedor ao adicionar literais de cadeia de caracteres de várias linhas e formatar automaticamente cadeias de caracteres de uma forma previsível.

o    JEP 377: ZGC – Este coletor de lixo escalável e de baixa latência passa para a produção depois de ter sido introduzido como recurso experimental no JDK 11.

•    Recursos em versão prévia e de incubação:

o    JEP 360: Sealed Classes – Este recurso em versão prévia melhora a produtividade do desenvolvedor ao aprimorar a linguagem de programação Java com classes e interfaces seladas. Classes e interfaces seladas restringem quais outras classes ou interfaces podem estendê-las ou implementá-las.

o    JEP 375: Pattern Matching for instanceof – Este recurso em versão prévia, introduzido pela primeira vez no JDK 14, melhora a produtividade do desenvolvedor ao eliminar a necessidade de um código clichê comum, e deve permitir um código seguro de tipo mais conciso.

o    JEP 384: Records – Este recurso em versão prévia, introduzido pela primeira vez no JDK 14, melhora a produtividade do desenvolvedor ao fornecer uma sintaxe compacta para declarar classes que contêm dados superficialmente imutáveis.

o    JEP 383: Foreign-Memory Access API – Este recurso de incubação, introduzido pela primeira vez no JDK 14, define uma API para permitir que os programas Java acessem com segurança e eficiência a memória externa fora do heap Java.

•    Modernização do código existente:

o    JEP 373: Reimplementation of the Legacy Datagram Socket and MulticastSocket APIs – Este recurso melhora a capacidade de manutenção e estabilidade do JDK ao substituir as implementações subjacentes das APIs java.net.DatagramSocket e java.net.MulticastSocket por implementações mais simples e modernas.

•    Remoções:

o    Como nos lançamentos de recursos anteriores, o JDK 15 descontinua funcionalidades obsoletas (JEP 374: Biased Locking, JEP 385: RMI Activation) e remove funcionalidades anteriormente obsoletas (JEP 372: Nashorn JavaScript Engine) e portas (JEP 381: Solaris e Sparc).

Gerenciando o Java
Um marco importante nos célebres 25 anos de história do Java foi o JDK 10, com a mudança para a cadência de lançamento de recursos a cada seis meses. A previsibilidade da nova cadência de lançamento permite que o ecossistema Java inove a um ritmo muito mais rápido do que antes.

As organizações que gerenciam suas propriedades Java aproveitando a assinatura do Oracle Java SE não só se beneficiam das melhorias mais recentes e do acesso direto a especialistas em Java da Oracle, como também obtêm uma economia substancial ao longo de um período de quatro anos (31% para grandes organizações e29% para organizações de médio porte) em comparação com abordagens alternativas de atualização a cada seis meses.

No relatório de pesquisa Java completa 25 da Omdia, o analista-chefe Bradley Shimmin afirma: "O sucesso do Java e da Oracle estão inexoravelmente interligados, já que a Oracle reescreveu grande parte de seu software interno em Java e tornou o Java um componente-chave do Oracle Database e da Oracle Cloud Infrastructure.

O mesmo se aplica a milhões de organizações que dependem do Java para criar software crítico. Para a Oracle, isso se estende ao impulso da organização para a nuvem.

Graças às inúmeras ferramentas específicas da linguagem e aos amplos serviços de suporte, a Oracle Cloud Infrastructure se destaca como o melhor lugar para executar código Java corporativo." Ele continua: "Como demonstrado pela introdução de recursos como blocos de texto de várias linhas e declarações de switch de nível superior, a Oracle priorizou a ‘experiência do desenvolvedor', tornando o Java não apenas mais eficiente, mas também mais agradável de usar."

Be the first to comment

Comentários ( 0 )
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.