X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

O principal ponto é ser flexível e não se cobrar muito, diz Alessandro Borges

Há mais de 20 anos na Oracle, o Administrador de Sistemas Sênior fala sobre a nova rotina com a família e relembra os principais desafios na sua história com a empresa.

Comemorado na América Latina em diferentes datas entre os meses de junho e agosto, o Dia dos Pais, assim como outras datas especiais, ganhou contornos diferentes em meio a um momento em que famílias pelo mundo tiveram suas rotinas e formas de conexão e interação alteradas.

-Leia mais: O que mais sinto falta é do contato diário com as pessoas, diz Luiz Esposel

Há mais de 20 anos na Oracle, Alessandro Soares Borges Leite, Administrador de Sistemas Sênior da empresa e pai da Júlia, de 20 anos, diz que no momento atual é importante buscar um equilíbrio entre as atividades profissionais e a rotina de todos em casa.

“A dica é tentar ajustar o horário de trabalho da melhor maneira possível dentro dos horários e rotina da casa de cada um, pois a Oracle permite isso. Acho que o principal ponto é ser flexível e não se cobrar muito”, afirma Alessandro, que começou a trabalhar na empresa aos 19 anos de idade, como estagiário, quando estava cursando o primeiro ano da faculdade.

Na entrevista abaixo, Alessandro fala sobre a nova rotina em casa com a família e destaca os principais momentos e desafios da sua carreira.

1-Nos fale um pouco sobre os principais projetos em que trabalha atualmente e já trabalhou anteriormente na Oracle.

Alessandro: Toda minha trajetória na Oracle foi e tem sido relacionada com treinamentos (Oracle University). Antes trabalhava na área de suporte, ajudando instrutores e alunos com eventuais problemas nos ambientes de treinamento. Hoje trabalho na área de desenvolvimento e inovação, criando e automatizando os diversos ambientes para suportar os treinamentos da Oracle University. Atualmente migrando diversos ambientes OnPrem para Oracle Cloud Infrastructure.

2-Quais os principais desafios que já enfrentou em sua carreira e do que mais gosta em seu trabalho?

Desafios existem a todo momento, pois sempre que é lançado um novo produto Oracle ou uma nova versão de um produto existente, meu time precisa criar um ambiente de treinamento respectivo para esta nova tecnologia, automatizando cada detalhe para disponibilizar para os clientes da Oracle University. E o que mais gosto em meu trabalho é justamente isso, estou em constante aprendizado e em contato com novas tecnologias sempre que elas aparecem e trabalhando em um grupo global, estou em contato com pessoas no mundo inteiro todos os dias, praticando o espanhol e inglês.

3-Como tem sido/está a nova rotina em casa com a família? O que mudou no seu dia a dia?

Minha rotina em si não mudou muito, pois já trabalho remotamente (home-office) há aproximadamente 12 anos. Mas com a pandemia, minha filha, que estava morando em outra cidade por causa da faculdade, agora está 100% do tempo em casa, e isso tem sido muito bom, pois ganhamos novamente a sua presença em casa e o convívio do dia a dia com ela.

4-E como a Oracle está te ajudando a passar da melhor forma por esse momento?

A Oracle como sempre tem sido extraordinária. Como disse, eu já trabalhava de maneira remota e não senti o impacto, mas a Oracle tem dado todo o apoio a todos os funcionários, através de comunicações em geral, RH e gestores. Sem falar que temos toda a tecnologia que precisamos para trabalhar de maneira remota com efetividade.

5-Após alguns meses de quarentena, quais dicas pode dar para outros pais que estão na mesma situação? Quais os principais pontos para ajudar a passar o tempo com os filhos e manter a família unida neste momento?

A dica é tentar ajustar o horário de trabalho da melhor maneira possível dentro dos horários e rotina da casa de cada um, pois a Oracle permite isso. Acho que o principal ponto é ser flexível e não se cobrar muito. Procurar atividades que envolvam todos os membros da casa, jogos, caminhada, bicicleta, tudo isso além de ajudar na saúde, também mantém todos unidos fora da rotina.

6-Por fim: nos conte, por favor, o que você mais gosta de fazer nas horas vagas com a sua filha.

Fazemos muita coisa ou tudo em família. Não tenho uma atividade preferida, estando juntos, tudo vale a pena. Por exemplo, caminhada, brincar com o cachorro, jogar baralho, assistir filmes ou seriados, Happy hour de sexta à noite (mesmo em casa), conversar ou relembrar uma viagem ou preparar um almoço ou jantar.

Be the first to comment

Comentários ( 0 )
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.