X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

Mainer Amaral: família unida e otimismo

Desde 2008 na Oracle, a Analista de Desenvolvimento de Negócios fala sobre sua trajetória de quase 12 anos na empresa e o dia a dia com as filhas Victoria e Isabella.

Para Mainer Amaral, Analista de Desenvolvimento de Negócios da Oracle no Brasil e mãe das gêmeas Victoria e Isabella, de 10 anos, um dos pontos positivos que podem ser destacados em meio aos diferentes desafios trazidos pelo período atual é o fato de poder estar mais perto da família.

“Normalmente, a nossa vida é bastante corrida, então costumávamos ficar mais juntos mesmo aos finais de semana. Agora fazemos todas as refeições juntos, por exemplo”, afirma Mainer sobre a nova rotina. Segundo ela, entre as atividades que mais gosta de fazer em casa com as filhas estão dançar, brincar com a cachorra, Beca, e testar diferentes receitas na cozinha. “A gente já fez bolo, pão, brigadeiro e tapioca, coisas que não fazíamos antes.”

Outro ponto importante no dia a dia, explica, são os encontros com os familiares, que passaram a ser virtuais. “Todos os dias nos reunimos com primos e avós por meio de videochamadas”, afirma Mainer, que também chama a atenção para a importância de manter o otimismo e o pensamento positivo no momento atual.

-Leia mais: “Procuro sempre manter um clima de alegria”, diz Natalia Trucco

Há quase 12 anos na Oracle, a Analista de Desenvolvimento de Negócios diz que uma das coisas que mais gosta em seu trabalho na empresa é o fato de não ter uma rotina sempre igual. “Tem dias que são um pouco mais tranquilos e outros em que há muita coisa para fazer”, diz.

Assim como muitas outras pessoas, Mainer sente falta do contato diário com os colegas no escritório da Oracle em São Paulo. “Sinto muita falta de ver as pessoas. No escritório, estávamos o tempo todo conversando. É muito dificil de não ter o café, por exemplo, que era um ponto de encontro", conta a analista.

De acordo com Mainer, que tinha trabalhado poucas vezes em home office anteriormente, mas já estava acostumada com as videochamadas, uma vez que parte da equipe fica na Colômbia, o suporte fornecido pela Oracle neste momento permite que o trabalho flua de maneira “normal, como se estivesse no escritório. Tenho acesso a tudo.”

Be the first to comment

Comentários ( 0 )
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.