X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

Inteligência Artificial e Dados: 4 Utilizações Indispensáveis

A nuvem é capaz de empacotar tecnologias emergentes altamente sofisticadas, como IA, para serem usadas de forma simples pelas aplicações; veja como.

Inteligência artificial (IA) já foi uma expressão reservada a previsões futuristas e contos de ficção científica. Atualmente, no entanto, é um recurso tecnológico cada vez mais importante para o nosso dia a dia. Ao tirar fotos com o celular, pagar compras com um cartão de crédito ou fazer uma busca no Google usando a nossa voz, estamos aproveitando as vantagens que a inteligência artificial oferece sem sequer nos darmos conta.

Esse recurso tecnológico abre uma série de possibilidades para novos produtos e serviços. Ao mesmo tempo, também traz inúmeras maneiras de facilitar e agilizar trabalhos que já fazemos. Muitas tarefas no cotidiano de uma organização podem ser otimizadas com o emprego de inteligência artificial. E as empresas que notarem isso e investirem em soluções desse tipo deverão se ver numa posição vantajosa nos próximos anos. As que ignorarem essas oportunidades, por sua vez, podem ficar para trás.

Por isso, é importante manter-se informado e atualizado sobre o tema. Quer saber mais? Continue lendo e confira!

O conceito de inteligência artificial

De maneira abrangente, a inteligência artificial pode ser entendida como a capacidade de sistemas digitais de tomar decisões e aprender de forma autônoma. Atualmente, usando recursos dessa tecnologia, é possível criar plataformas capazes de analisar grandes volumes de dados complexos e, com base neles, tomar uma decisão alinhada com o que seus criadores esperam.

No caso de pagamentos com cartão de crédito, por exemplo, algumas operadoras usam inteligência artificial para detectar fraudes. Esses sistemas conseguem analisar dados anônimos de transações feitas por usuários. Ao perceber uma transação que destoa das demais — por ser inconsistente com o perfil do portador do cartão —, pode identificar uma fraude e automaticamente desautorizar a transação ou mesmo bloquear o cartão do usuário. Caso haja dúvida, ela pode ser programada para notificar um operador humano ou conferir com o cliente se a transação foi, de fato, legítima.

São muitas as técnicas que auxiliam a inteligência artificial a adquirir essas capacidades: desde visão de máquina para reconhecimento de imagens, até processamento de linguagem natural para entender e responder a textos e mensagens. Em todos os casos, no entanto, o central continua sendo a capacidade dos sistemas de tomar decisões com base em dados de diversos tipos e aprender com cada acerto ou erro.

A relação entre inteligência artificial e gestão de dados

Com essa definição, fica simples entender por que a inteligência artificial é tão importante para a gestão de dados. Primeiramente, por meio dessa tecnologia é possível organizar e visualizar volumes imensos de dados de maneira que seria impossível anteriormente. Além disso, a própria inteligência artificial consegue usar esses dados para alimentar seus modelos de aprendizagem e tomar decisões com um nível de fundamentação que nenhum ser humano seria capaz de ter.

É graças a essas possibilidades que os dados são considerados um ativo tão valioso atualmente. Por meio da conjunção de grandes quantidades de dados e da capacidade analítica da inteligência artificial, as empresas tornam-se capazes de embasar suas decisões estratégicas da melhor maneira possível. Mais do que isso: têm acesso a muitos insights que podem sugerir desde novos produtos até novos modelos de negócios, gerando amplas possibilidades de disrupção em diversas indústrias.

4 usos indispensáveis da inteligência artificial

Para ilustrar como esses avanços estão sendo usados atualmente, vamos listar a seguir quatro casos de uso de inteligência artificial que já são comuns no mercado. Por se tratar de soluções já relativamente bem estabelecidas, a implementação delas é mais simples e menos custosa, e pode ser recomendada a qualquer organização que queira se manter à frente da curva de inovação. Confira!

1. Detecção de fraudes, gestão de risco e conformidade

Fraudes encontradas por uma auditoria podem expor os funcionários da empresa, incluindo o CFO e o Presidente. Soluções que usam inteligência artificial para detectar tentativas de fraudes antes que elas tenham maiores consequências podem prevenir dores de cabeça imensas aos executivos, além de evitar perdas financeiras, exposição de imagem, multas e processos judiciais para a empresa.

2. Cibersegurança

Cibercriminosos podem aproveitar a inteligência artificial para criar ameaças virtuais que programas tradicionais não conseguem detectar. No entanto, é possível virar esse feitiço contra o feiticeiro, usando soluções que utilizam robôs, inteligência artificial e aprendizado de máquina para identificar ameças de segurança e combatê-las automaticamente.

3. Atendimento (assistentes digitais)

No atendimento ao cliente por meios digitais, é comum que as mesmas dúvidas apareçam com frequência e em grande quantidade. Esse processo, no entanto, pode ser automatizado com a criação de chatbots ou assistentes digitais. Usando recursos de processamento de linguagem natural, é possível criar "robôs" de atendimento que são ideais para cenários como esse. De fato, a criação de chatbots já se tornou um mercado, com empresas comercializando justamente esse tipo de serviço.

4. Recomendações

Algoritmos que sugerem novos produtos, serviços ou mesmo conteúdos com base no histórico do usuário são fruto justamente da combinação da inteligência artificial com grandes volumes de dados. Quando a Netflix recomenda outros programas que um usuário pode gostar, por exemplo, faz isso com base nos programas que ele já viu e nos hábitos de usuários com perfis parecidos. O mesmo vale para lojas virtuais, que podem usar IA para personalizar buscas e recomendações de produto. É fácil perceber que, quanto mais dados, melhor para esses sistemas. Por isso, um banco de dados na nuvem, com capacidade de armazenamento e gestão de mais ágil das informações, é o ideal.

Esses são apenas alguns exemplos de como a inteligência artificial já está sendo usada no cotidiano de diversas empresas e serviços. Há, no entanto, muitas outras aplicações, desde previsões de escrita em teclados de celular até ferramentas para facilitar a detecção antecipada de tumores.

Quer saber mais? Veja como a Oracle está utilizando a Inteligência Artificial para o benefício de seus clientes.

Join the discussion

Comentários ( 1 )
  • Cynthia de Menezes Wednesday, August 21, 2019
    Excelente artigo: aplicações práticas e úteis de inteligência artificial
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.