X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

Gerenciamento de dados: seu processo é realmente estratégico?

Automatização de processos permite que o departamento de TI tenha mais tempo para focar na parte estratégica do negócio.

O crescente volume de informações nas empresas trouxe desafios e oportunidades que contribuíram para transformar o armazenamento de dados em gerenciamento de dados. Os departamentos de TI se limitavam a garantir backup e acesso seguros às informações e gerar alguns poucos relatórios gerenciais até pouco tempo atrás.

Com a expansão da internet, os tomadores de decisão começaram a se beneficiar de contar com uma grande quantidade de dados integrados e em tempo real. Junto a isso veio uma maior demanda para garantir estabilidade e segurança para essa teia de informações cada vez mais completa que engloba todos os setores da empresa.

-Leia mais: Supere estes 5 desafios para integrar a loja física e virtual

Pensar as rotinas desse gerenciamento de forma estratégica começou a representar um grande valor para as empresas. Sempre haverá uma parte operacional, seja para a criação de novos fluxos de atividades ou para a aquisição de novos sistemas. Ainda assim, a automatização dos processos de armazenamento e tratamento de dados permite que o departamento de TI tenha mais tempo para focar na parte estratégica do negócio. Saiba mais abaixo!

O que é e qual é a importância da gestão da informação?
A gestão da informação começou a surgir com uma função específica dentro do setor de TI: o analista de dados. O foco desse profissional é pensar a otimização com objetivo de manter a performance em longo prazo. Afinal, surgirão vários desafios à medida que o volume dos dados aumentar.

A crescente quantidade de sistemas e processos gera uma maior variedade de bancos de dados. Como a alimentação e o armazenamento também não serão padronizados, o cruzamento de informações pode se tornar limitado e a tomada de decisões prejudicada por se apoiarem em uma base incompleta.

Quais os benefícios do gerenciamento de dados?
A gestão de dados é considerada estratégica quando consegue absorver grandes quantidades de informações a todo instante e organizá-las de forma inteligente para trazer aumento de produtividade. Quando o banco é bem estruturado e integrado, pode gerar conhecimentos valiosos para a tomada de decisões, além de melhorar a governança e reduzir erros e falhas de acesso.

O grande benefício observado na integração dos bancos é evitar a fragmentação dos dados. Imagine equipes de TI gerenciando crescentes plataformas de armazenamento — será preciso cada vez mais dedicação e tempo para manter a infraestrutura sem gargalos. Nesse sentido, a virtualização é capaz de centralizar diversos recursos para compartilhar mecanismos de visualização e controle e evitar essa fragmentação.

Gerenciamento de dados: operacional ou estratégico?
É comum que as empresas atuem com mais de um sistema — algumas companhias chegam a lidar com dezenas. Isso não é positivo porque cada sistema tem uma base de dados e demanda uma atenção especial para garantir segurança e proteção aos dados. A alimentação das informações não é padronizada e tem regras diferentes, o que pode comprometer a qualidade do processo. Além disso, o acúmulo de rotinas operacionais acaba deixando pouca flexibilidade para o departamento de TI atuar de forma estratégica.

Atualmente existem sistemas, como o Oracle Autonomus Database, que gerenciam bancos de dados com inteligência artificial para fazer a maior parte do trabalho operacional. As ferramentas automatizam as rotinas de monitoramento com fins de performance, para reorganizar a base, encontrar brechas, instalar atualizações de segurança e realizar backups automaticamente.

Gerenciamento estratégico
Veja abaixo alguns processos para a sua empresa iniciar o planejamento estratégico na gestão de dados.

Data access
Está ligado à capacidade de encontrar e acessar informações independentemente de onde estejam armazenadas. Algumas tecnologias podem simplificar essa etapa e torná-la mais eficiente, e você poderá passar mais tempo utilizando os dados, e não apenas tentando achá-los.

Data quality
Essa prática serve para garantir que os dados sejam precisos e possam ser utilizados para o propósito definido. Ela se inicia no momento em que as informações são acessadas, mas continua em diversos pontos de integração com outros diversos dados, e inclui um ponto de prévia antes de serem reportados ou publicados.

Data integration
Define as etapas e formas para combinar diferentes tipos de dados. Ferramentas de integração de dados podem ajudar a projetar e automatizar cada etapa para realizar essa tarefa.

Data federation
É um tipo especial de data integration virtual, em que é possível enxergar dados combinados de diferentes fontes, sem precisar trocá-los de lugar, e ainda possibilita armazenar a visualização combinada em um novo ambiente separado.

Data governance
É um conjunto sempre contínuo de regras e decisões para o gerenciamento dos dados da empresa, que tem como finalidade garantir que a estratégia de dados esteja alinhada com os mesmos objetivos do negócio.

Master data management (MDM)
O master data management define, unifica e gerencia os dados que são comuns e essenciais para todas as áreas e departamentos de uma organização. Esses dados-mestres são normalmente gerenciados em um único lugar ou ambiente.

Data streaming
É o processo de analisar dados à medida que são gerados usando uma aplicação de lógica a eles. Esse método serve para reconhecer padrões e filtrar por utilizações múltiplas, de preferência em tempo real, à proporção que são recebidos pela organização.

No mundo atual do Big Data, o conceito de gerenciamento de dados está em constante evolução, e sistemas precisam evoluir para acompanhar essas transformações. Você saberá que gerencia os dados de forma estratégica exatamente se procurar sempre automatizar as rotinas operacionais.

Assim, é possível ter informações relevantes em tempo real e trabalhar com o Machine Learning e gerar análises preditivas para sair na frente da concorrência. Os benefícios da automatização e do armazenamento na nuvem trazem aumento de produtividade, redução de erros e mais segurança e flexibilidade para a tomada de decisões.

Be the first to comment

Comentários ( 0 )
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.