X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

"As pessoas LGBTQ+ merecem dar visibilidade às nossas lutas e experiências para criar espaços mais inclusivos e diversos"

"Fazer parte de uma empresa inclusiva e diversa como a Oracle, me permitiu desenvolver-me profissionalmente sem nenhum problema", afirma César Varela, Estagiário do Programa GenO - Generation Oracle.

Por César Varela*

Saí do armário aos 18 anos e tenho orgulho da pessoa que sou. Meu nome é César Varela Vargas, tenho 21 anos e moro em San José, Costa Rica. Sou estudante de Engenharia da Computação e Estagiário na Oracle no Programa GenO. Gosto de estudar Direitos Humanos e, nos últimos anos, me dediquei a ser ativista LGBTQ+, por esse motivo, quando entrei para a Oracle, estava interessado em fazer parte do Oracle Pride Employee Network para compartilhar minha experiência e experiência com outras pessoas da companhia.

Por muitos anos eu conheci de perto o impacto do bullying e esse foi um dos principais motivos que me fizeram sair do armário quando terminei o ensino médio. Meus amigos me apoiaram desde o primeiro momento e eu sempre decidi dar visibilidade a uma parte da minha vida que era difícil de entender e aceitar. Eu vivi meu primeiro Pride quando tinha 18 anos e foi uma experiência que me transformou, por esse motivo, atualmente na universidade, faço parte de um clube estudantil que promove e estuda Direitos Humanos, a fim de promover os direitos das pessoas LGBTQ+.

-Leia mais: "Como aliado, celebro seus direitos em plena luz"

Fazer parte de uma empresa inclusiva e diversa como a Oracle, me permitiu desenvolver-me profissionalmente sem nenhum problema e minha orientação sexual nunca foi um impedimento para o desenvolvimento de projetos ou para me tornar visível como defensor dos direitos LGBTQ+.

Meus colegas, chefes e mentores têm sido receptivos e agradeço a eles por me confiarem, especialmente seu respeito e empatia! As pessoas LGBTQ+ merecem dar visibilidade às nossas lutas e experiências para criar espaços mais inclusivos e diversos. Não vamos esquecer as pessoas que viveram antes e lutaram pelos direitos que gozamos hoje, grandes ativistas como Marsha P. Johnson e Sylvia Rivera devem ser lembradas hoje, amanhã e sempre!

*César Varela é Estagiário do Programa GenO - Generation Oracle

Be the first to comment

Comentários ( 0 )
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.