X

Saiba como a nuvem e as novas tecnologias habilitam a transformação nos negócios e na sociedade.

Apresentando Arm na Oracle Cloud Infrastructure

This is a syndicated post, view the original post here

Computação em nuvem baseada em tecnologia Arm é a próxima grande novidade.

Por Clay Magouyrk*

O mercado está mudando, e os processadores Arm estão onipresentes hoje em smartphones e dispositivos de ponta, e são cada vez mais utilizados em computadores, notebooks e servidores, com uma média de 22 bilhões de chips baseados em Arm lançados em cada um dos últimos três anos.  Essa adoção foi originalmente motivada pelo menor custo e menor consumo de energia da Arm, mas atualmente a Arm também é capaz de competir de igual para igual em desempenho. Em breve, os servidores Arm serão líderes absolutos de desempenho, com benefícios adicionais, como consistência de desempenho e maior segurança.

-Leia mais: Premier League fornecerá análises avançadas de futebol com a Oracle Cloud

Essa transição arquitetônica traz implicações significativas para a forma como desenvolvemos e executamos aplicativos.  Em décadas anteriores, havia uma competição significativa entre as arquiteturas de CPU de servidor, como SPARC, MIPS, POWER e x86.  Nas duas últimas décadas, o X86 se tornou completamente dominante no servidor, eliminando a necessidade da maioria dos aplicativos e bibliotecas trabalharem em várias arquiteturas. Para tirar proveito das vantagens atuais e futuras da Arm, nós, como indústria, temos que investir no desenvolvimento e no ambiente operacional da Arm, redescobrindo nossas habilidades de multiplataforma do passado.

A Oracle está aqui para capacitar essa transição. Para tornar isso possível, estamos abordando todos os aspectos do desafio – oferecendo a melhor plataforma de servidor baseada em Arm possível; fornecendo fácil acesso a todos os desenvolvedores e projetos de código aberto para desenvolver e testar em Arm; trabalhando com parceiros para capacitar a comunidade Arm; e contribuindo diretamente para o ecossistema Arm com investimentos em algumas das tecnologias mais importantes do setor.

Plataforma de servidor baseada em Arm da Oracle
A AWS foi o primeiro provedor de nuvem a oferecer instâncias Arm com Graviton e, mais recentemente, Graviton2.  A organização fez um trabalho excelente ao ser pioneira no uso de tecnologia Arm para provedores de nuvem.  Na Oracle, estamos adotando uma abordagem diferente. 

Em vez de projetar nossa própria CPU de servidor Arm, estamos trabalhando com a Ampere. A Ampere é uma startup de design de CPU, liderada por uma incrível equipe de engenharia. A Ampere projetou um chip de servidor baseado em Arm, líder de mercado, com o Ampere Altra, que oferece desempenho previsível com o maior número de núcleos por soquete. Nossa estratégia é trabalhar com a Ampere para projetar o melhor chip Arm de servidor, habilitá-lo em nossa nuvem e permitir que os clientes o insiram em seus próprios data centers.

Agora é a hora de os desenvolvedores construírem a última geração de aplicativos com Arm

Tenho o prazer de anunciar nossa nova plataforma Oracle Cloud Infrastructure Ampere A1 Compute, baseada no processador Ampere® Altra®:

•    Disponível em formato bare metal para o máximo desempenho, com 160 núcleos de thread único em até 3,0 Ghz e 1 TB de RAM. Cada núcleo possui thread único por projeto, com seu próprio cache-I L1 de 64 KB, cache-D L1 de 64 KB e um enorme cache-D L2 de 1 MB, que proporciona desempenho previsível 100% do tempo.

•    Disponível em formato flexível de máquina virtual com nossa exclusiva arquitetura flexível para provisionamento preciso de 1-80 núcleos e 1-64 GB de memória por núcleo - para o dimensionamento correto de suas cargas de trabalho Arm

•    Totalmente integrado com GitHub, GitLab e Jenkins para permitir desenvolvimento e implementação perfeitos em contêineres ou computação com suporte do Ampere A1. Com a Oracle, os aplicativos otimizados para Arm podem ser executados na nuvem pública ou em regiões dedicadas nas instalações do cliente.

•    O OCI Ampere A1 é o primeiro servidor em nuvem "penny core”, com custo de apenas US$ 0,01 por núcleo por hora e US$ 0,0015 por GB de RAM por hora.

•    E você pode começar a usar gratuitamente com o nosso Modo Gratuito (Free Tier), com disponibilidade adicional de recursos gratuitos para desenvolvedores qualificados, ISVs e universidades através do nosso novo programa Arm Accelerator.

Ótima relação preço-desempenho para todas as suas cargas de trabalho
A plataforma Ampere A1 da OCI é líder em preço e desempenho na nuvem. Com base nos padrões de referência SpecInt e SpecFP do setor, o Ampere A1 é 2,5 vezes superior em preço e desempenho em comparação com instâncias de servidor baseadas em Arm e 4 vezes ou mais superior em preço e desempenho quando comparado com instâncias Intel Skylake ou AMD Naples baseadas em x86.

O processador Ampere Altra oferece desempenho consistente por núcleo e escala quase linear. Os aplicativos se beneficiarão da falta de contenção dentro do núcleo, de recursos dedicados para cada núcleo e de uma velocidade de clock consistente de alta frequência. O Altra também permite que os aplicativos escalem o desempenho de forma linear à medida que você usa mais threads em comparação com instâncias baseadas em x86. Isso significa que você obtém mais desempenho de cada núcleo do Ampere A1.

Ao executar uma carga de trabalho de codificação, por exemplo, você pode observar que o desempenho é escalado de forma linear à medida que os núcleos são adicionados.

O Ampere A1 é uma plataforma de uso geral e apresenta bom desempenho em muitos casos de uso. O NGINX é um bom exemplo de cargas de trabalho de alto rendimento, como servidores Web, microsserviços e gateways de API. Nos testes da Arm de solicitações de Proxy Reverso NGINX por segundo, o Ampere A1 teve preço-desempenho 32% melhor em comparação com a computação baseada em AMD Milan, e preço-desempenho 69% melhor em comparação com a computação baseada em Intel Ice Lake.

“O NGINX Plus para implementações baseadas em Arm ficou muito mais fácil. Desenvolvedores que usam instâncias do OCI Ampere A1 Compute agora podem implementar rapidamente o NGINX Plus nas plataformas Arm e X86”, afirmou Stuart Shader, Gerente Sênior de Desenvolvimento de Negócios da NGINX. “Com esse recurso e usando o Always Free Tier na OCI, os clientes podem obter acesso a um ambiente de nuvem para implementar aplicativos baseados em Arm com NGINX Plus pelo tempo que quiserem”.

A codificação de vídeo é um bom exemplo de uma carga de trabalho com uso intensivo de CPU. Nos testes da Arm do popular codec H.264, o Ampere A1 teve preço-desempenho 22% melhor em comparação com a computação AMD Milan, e preço-desempenho 98% melhor em comparação com a computação Intel Ice Lake.

Cargas de trabalho com uso intensivo de CPU semelhantes incluem inferência de IA. A OnSpecta, um provedor de software de aprendizado profundo, constatou que o Ampere A1 oferece vantagem de 2 a 9 vezes em preço-desempenho em uma série de comparações de inferência de IA.

“A OnSpecta acelera significativamente o desempenho das cargas de trabalho de inferência de IA em sua instância OCI quando implementada na plataforma de computação Ampere A1. Nosso Deep Learning Inference Engine (DLS) otimiza o desempenho de redes neurais treinadas, resultando em latência até 10 vezes menor, rendimento 10 vezes maior e notável economia de custos. Os clientes da OnSpecta podem usar o DLS para todos os tipos de cargas de trabalho de IA, incluindo Detecção de Objetos, Processamento de Vídeo, Aplicativos de Imagens Médicas e Mecanismos de Recomendação. Eles terão um ganho de custo e desempenho 3 vezes maior sobre as soluções alternativas ao usar formatos do OCI Ampere A1 Compute baseado em Arm”. — Indra Mohan, CEO da OnSpecta
Ao combinar o Ampere A1 com a liderança geral em preço e desempenho da OCI em contêineres, armazenamento, bancos de dados e redes, os clientes têm a oportunidade de transformar completamente seus aplicativos e negócios.

Permitindo que todos tenham acesso a Arm no servidor
Nosso objetivo é oferecer recursos Arm suficientes para desenvolver seu primeiro aplicativo, testar Arm em escala real e até mesmo construir ou portar um aplicativo de produção. Existem três maneiras de obter acesso gratuito a instâncias Arm na OCI. Para começar, você pode acessar a oferta de modo gratuito mais generosa do setor, com 4 núcleos e 24 GB de RAM do Ampere A1 Compute como parte da nossa oferta Always Free. Basta se inscrever aqui, e você receberá isso e mais de 20 excelentes serviços Always Free, como 200 GB de armazenamento em bloco, 2 Autonomous Databases e muito mais.

A inscrição também fornece acesso à nossa Avaliação Gratuita de 30 dias, que dá a você US$ 300 em créditos. Isso é o suficiente para executar instâncias Ampere A1 maiores com 16 núcleos, 96 GB de RAM e 500 GB de armazenamento em bloco de alto desempenho por um mês inteiro, ou conectar seu Ampere A1 Always Free a uma maior variedade de serviços de banco de dados, análise, ciência de dados, observabilidade e integração.

Por fim, estamos apresentando o novo Arm Accelerator para escalar seus projetos de desenvolvimento Arm. Desenvolvedores de código aberto qualificados, pesquisadores e parceiros do setor podem obter até US$ 30.000 em créditos válidos por 12 meses para ajudar a expandir o ecossistema Arm ou resolver mais rápido o próximo problema científico.

Trabalhando em conjunto para expandir o ecossistema Arm
Investimos em uma variedade de parceiros incríveis e tecnologias Oracle populares para tornar mais fácil construir em Arm. Primeiro, trabalhamos em estreita colaboração com a Ampere por mais de um ano para desenvolver a plataforma e garantir suporte para as principais tecnologias. Tudo começou com um esforço compartilhado de design da plataforma, que progrediu para o trabalho de ajuste à medida que o projeto se desenvolvia.

A última etapa foi fazer a plataforma passar pela nossa bateria de testes de conformidade, confiabilidade e estresse. Quando o hardware ficou pronto, equipes da Oracle trabalharam com a Ampere e outros parceiros do setor para garantir que as diferentes partes da pilha de tecnologia tivessem suporte no A1. A Arm também tem sido um parceiro fundamental, trabalhando com a Ampere e a OCI para testar o desempenho em várias cargas de trabalho.

Testamos detalhadamente Oracle Java, GraalVM, Oracle Linux e nosso serviço Kubernetes (Container Engine for Kubernetes) para ajudar a garantir a estabilidade e o desempenho. Investimos mais de 80 anos de engenharia para otimizar o Oracle Linux for Arm e atualizamos nossa imagem do Oracle Linux Cloud Developer com tudo o que você precisa para construir aplicativos Arm, incluindo SDKs de linguagem, ferramentas de contêiner, clientes de banco de dados, cadeias de ferramentas de desenvolvedor, frameworks e utilitários. Isso inclui testes de Java SE, GraalVM EE, Instant Client, Maven, Eclipse, Terraform, Buildah e Ansible. Tanto o Java SE quanto o GraalVM EE são gratuitos na Oracle Cloud.

Quando se trata de CI/CD, fizemos parceria com os principais provedores, como GitLab, GitHub e Jenkins, para fornecer soluções Arm testadas que podem ser implementadas com o clique de um botão, e com a Continuous Delivery Foundation, para ajudar a garantir uma abordagem aberta.

“CI/CD para desenvolvimento baseado em Arm ficou muito mais fácil. As equipes que usam a Oracle Cloud agora podem implementar facilmente o GitLab usando o botão ‘Implementar na Oracle Cloud’, permitindo que os desenvolvedores criem e implementem aplicativos rapidamente nas plataformas Arm e X86”, afirmou Mayank Tahilramani, Diretor de Parcerias e Alianças da GitLab.

“O GitHub Actions fornece aos desenvolvedores automação avançada, flexível e segura diretamente no GitHub. Estamos entusiasmados em trabalhar com a Oracle para oferecer opções aos desenvolvedores, garantindo que o GitHub Actions tenha suporte na plataforma Ampere A1 Compute baseada em Arm da Oracle Cloud.” — Joe Bourne, Diretor de Gestão de Produto da GitHub

“Temos o prazer de anunciar a disponibilidade do software de automação Jenkins na plataforma Ampere A1 Compute para construir, implementar e automatizar projetos na Oracle Cloud Infrastructure", disse Olivier Vernin, Diretor de Infraestrutura da Jenkins. "Agora os desenvolvedores podem usar o Jenkins e começar a construir facilmente a última geração de aplicativos com os mais recentes processadores baseados em Arm na Oracle Cloud."

“O suporte para Jenkins na Oracle Cloud Infrastructure é um ótimo exemplo do compromisso da Oracle com projetos de código aberto e com a comunidade de desenvolvedores. A Oracle fornece excelentes soluções de tecnologia para ajudar seus clientes a ter sucesso, e estamos entusiasmados em ver a Oracle se unindo à CDF”, disse Tracy Miranda, Diretora Executiva da Continuous Delivery Foundation. “A Jenkins e a Oracle Cloud Infrastructure serão uma combinação extremamente poderosa para organizações que precisam de integração contínua e suporte para automação de software em um ambiente Arm."

Para simplificar a implementação e os testes em ambientes Kubernetes distribuídos ou Android, fizemos uma parceria com a Rancher e a Genymotion.

“Nosso objetivo é estender ainda mais nosso suporte a Arm com a nova versão do SUSE Rancher, adicionando suporte para provisionamento de clusters OKE multiarquitetura. Quando se trata de Arm, queremos simplesmente dizer sim para a maioria dos casos de uso — incluindo a Oracle Cloud Infrastructure, on-premises ou na borda com opções de Oracle Cloud Hybrid”.  — Keith Basil, vice-presidente de infraestrutura nativa em nuvem e produtos da SUSE.

“A plataforma Ampere A1 Compute na OCI com Genymotion oferece aos desenvolvedores a capacidade de construir, testar e implementar tudo de forma nativa na mesma infraestrutura. Ela fornece melhor precisão, desempenho, cobertura de código e densidade de dispositivos virtuais em servidores. Clientes da Genymotion que usam nossa plataforma para vendas, demonstrações, VMI, jogos e casos de uso de mídias sociais podem experimentar aumento de desempenho, de até 10 vezes em alguns casos, usando formatos do OCI Ampere A1 Compute baseado em Arm." —Tim Danford, CEO da Genymobile

E para os clientes do Datadog, estendemos nossa parceria para fornecer suporte para o Ampere A1.

“Com o Datadog Agent for Ampere A1 na OCI, os clientes da Oracle podem usar o Datadog para determinar os melhores formatos para suas cargas de trabalho, rastrear migrações de outras plataformas de computação e obter uma visão unificada da saúde e do desempenho de seu ambiente", disse Jimmy Caputo, Diretor de Gestão de Produto da Datadog.

Comece a usar Arm hoje
Estamos muito entusiasmados para ver o que você pode construir com Arm e OCI. É fácil começar a usar. Você pode se inscrever em uma conta OCI gratuita e ativar os recursos Arm clicando aqui.

*Clay Magouyrk é Vice-Presidente Executivo de Engenharia da Oracle Cloud Infrastructure

Be the first to comment

Comentários ( 0 )
Please enter your name.Please provide a valid email address.Please enter a comment.CAPTCHA challenge response provided was incorrect. Please try again.