Integração do Oracle BPA com o Oracle BPM Studio


Por Rodolfo Souza, E-Talent Oracle do Brasil



Através de um simples patch é possível exportar processos modelados no Oracle BPA e importá-los no Oracle BPM Studio. A partir daí é possível utilizar os recursos de workflow humano e demais benefícios dessa poderosa ferramenta de automatização de processos.



Esse patch nada mais é do que uma macro que é adicionada no BPA permitindo que seja gerado um arquivo no formato XPDL (XML Process Definition Language) a partir de um processo em padrão EPC (Event-driven Process Chain). (Atenção: a macro gera os arquivos .xpdl a partir de EPC e não de BPMN). Vale a pena lembrar, no entanto, que o Oracle BPA transforma modelos em padrão BPMN automaticamente em padrão EPC.




O Processo de Transformação

O primeiro passo é instalar a macro no Oracle BPA. Na guia de Administration, expandir os itens de Evaluation -> Reports, inserir um novo item com nome XPDL e importar o arquivo XPDL export.arx presente no patch.
Em: Evaluation -> Macro, inserir um novo item com nome XPDL e importar o arquivo Start ARIS XPDL.arx também presente no patch. Pronto, agora a macro está disponível no BPA.



Aris-xpdl1.PNG




O próximo passo é transformar um processo modelo BPMN em formato EPC.
Na guia explorer, basta um clique direito no nome do processo desejado e selecionar a opção “generate model”. Aparecerá uma tela de wizard para auxiliar a transformação de modelo, bastando escolher o padrão EPC na lista de modelos disponíveis e escolher o nome do processo nesse novo formato.



Aris-xpdl2.PNG




Por último, basta selecionar o processo em EPC na guia explorer, selecionar o menu Evaluate -> Start Macro e, em seguida, selecionar a macro Start ARIS WfMC 1.0 Export. O Wizard dará a opção para escolher o nome do arquivo exportado, mas ele sempre gerará o arquivo com o nome do processo em EPC no caminho especificado.



Aris-xpdl3.PNG




Agora basta criar um projeto no BPM Studio e importar o arquivo dentro do projeto.


Aris-xpdl4.PNG




Cuidados e boas práticas:


Algumas boas práticas devem ser tomadas ao utilizar essa macro, de modo que o arquivo xpdl gerado possa ser corretamente importado no BPM Studio. Em particular, o modelo EPC gerado pelo BPA deverá respeitar os seguintes padrões de desenvolvimento:


  • Não se deve colocar mais de um Start event no processo.

  • Não utilizar regras do tipo OR (ou), ao invés disso usar regras XOR (ou exclusivo).

  • Ao utilizar uma regra XOR que dispara duas atividades deve-se inserir triggering events entre a regra XOR e as atividades.




As respectivas versões dos softwares Oracle utilizadas foram: Oracle BPA Suite 10.1.3.4 e Oracle BPM Studio 10gR3.

Comments:

Post a Comment:
  • HTML Syntax: NOT allowed
About

bocadmin_ww

Search

Categories
Archives
« Julho 2014
SegTerQuaQuiSexSábDom
 
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
   
       
Today